Quarta, 28 de Julho de 2021 21:43
(44) 99859-9500
Colunistas Serial Killer

Alice no País das Maravilhas, quer dizer... Um criminoso no País das Aberrações

O Colunista Joel Marques escreve na coluna Ponto de Vista sobre o Serial Killer Lázaro

19/06/2021 13h02 Atualizada há 1 mês
559
Por: Joel Marques
O Colunista Joel Marques escreve na coluna Ponto de Vista sobre o Serial Killer Lázaro
O Colunista Joel Marques escreve na coluna Ponto de Vista sobre o Serial Killer Lázaro

 

Alice no País das Maravilhas, quer dizer... Um criminoso no País das Aberrações

Joel Marques - Ponto de Vista

O homem mais falado, mais procurado, mais desejado, mais temido no Brasil nos últimos dias....

  • Quem é ele? MC Kevin? (morto há pouco mais de 30 dias) 
  • Jair Messias Bolsonaro? (e sua motociata que reuniu milhares de pessoas)
  • Luiz Inácio Lula da Silva? (o ex-presidiário, ex-condenado, ex-presidente e o mais efusivo presidenciável em 2022)
  • Fausto Silva? (que depois de um piriri acabou perdendo em definitivo o seu programa dominical)

Nãoooooo!

O nome dele é LÁZARO BARBOSA DOS SANTOS, o Serial Killer que está aterrorizando o Planalto central no nosso solo brasileiro. O distinto cidadão é um aplicado bandido, indivíduo que pratica atividades criminosas, com um cardápio bem diverso e uma extensa ficha criminal:

  • No ano 2007, Lázaro foi preso na Bahia, acusado de duplo homicídio. Fugiu 10 dias após a prisão;
  • Em 2009, foi preso na Papuda em Brasília, por suspeita de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo;
  • Em 2013, um laudo psicológico feito na prisão descreve Lázaro como “psicopata imprevisível”, com comportamento agressivo, impulsivo, instabilidade emocional e falta de controle e equilíbrio;
  • Em março de 2014, com todo este diagnóstico, a prisão de Lázaro foi convertida para regime semiaberto;
  • Em 2016 ele fugiu mais uma vez;
  • Em 2018 Lázaro foi preso em Águas Lindas de Goiás, em cumprimento de três mandados de prisão por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, roubo e estupro;

Meu querido amigo e estimado leitor, só crime “leve”, só “coisa boa”.....

  • No mês de julho do mesmo ano fugiu mais uma vez da prisão;
  • Em abril de 2020, Lázaro invadiu uma Chácara em Goiás, golpeou um idoso com um machado, e tentou um latrocínio, ou seja, tentativa de morte para praticar roubo.
  • E o ano de 2021, em plena pandemia, o rapaz “enloucou” de vez, e começou a aquecer seu Curriculum Vitae com diversas ações criminosas:
  • Abril – invadiu uma casa, trancou pai e filho e levou a mulher para um matagal e a estuprou;
  • Maio – Fez uma família refém, ameaçando com arma de fogo. Fez com que as pessoas ficassem nuas e obrigou as mulheres a servirem refeição para o mesmo;
  • Dia 09 de junho – Invadiu uma chácara onde matou a tiros e a facadas um casal e seus dois filhos. Após este episódio roubou outra chácara rendendo o caseiro e a filha dele.
  • Dia 12 de junho, enquanto muitos celebravam o Dia dos Namorados, Lázaro promovia mais um dia de atrocidades. Atirou em quatro pessoas, invadiu fazendas e colocou fogo em uma casa ao fugir da polícia, deixando duas pessoas em estado grave;
  • Dia 13 de junho, furtou um carro e abandou logo em seguida após avistar uma barreira policial;
  • Dia 14 de junho, após tentativa de invasão em uma casa, foi recebido pelo dono com tiros de arma de fogo e continuou sua fuga; na noite deste mesmo dia foi filmado no curral de uma fazenda;
  • Dia 15 de junho, dois policiais militares foram baleados durante buscas ao suspeito;
  • Dia 16 de junho, Lázaro foi visto por um morador em uma área rural;
  • No presente momento que escrevo esta coluna, o mesmo continua sua “epopeia”, sendo acompanhado por mais de 200, isso mesmo que você leu: DUZENTOS Policiais, que ocupam 34 propriedades rurais para proteger os seus moradores.

Nunca o jogo GTA teve sua versão tão atualizada de forma viva e prática na vida real.

No Brasil existe uma anormalidade no sistema prisional que se chama “Regime semiaberto”. Nesse tipo de cumprimento de pena, a pessoa tem o direito de trabalhar e fazer cursos fora da prisão durante o dia, mas deve retornar à unidade penitenciária à noite, e este benefício foi concedido ao Lázaro, lá em 2014, depois de ser diagnosticado como “psicopata imprevisível”. 

Meu amigo.... que sistema é este? O cara tá preso, mas não tá. Tá em liberdade durante o dia, mas continua preso. Tá preso a noite, mas tá livre durante o dia. Só de pensar neste regime, fiquei mais confuso do que ouvir os históricos discursos de nossa ex-presidente Dilma.

E vamos lá... a pergunta que grande parte das pessoas que acompanham esta saga fazem: O que vai acontecer com este cara se ele for preso?

No máximo ele vai cumprir 30 anos de prisão. Ele hoje tem 32 anos de idade, se cumprir os 30, sai da cadeia, com 62 anos, isso se ele não fugir mais uma vez do nosso sistema prisional que é falho e deficiente. 

Lázaro terá muitos anos ainda pra curtir a vida em liberdade, e poderá ganhar muito dinheiro registrando e divulgando sua via criminosa, a exemplo de outro assassino de codinome Pedrinho Matador, o maior assassino em série do Brasil, que está fazendo da sua ficha criminal de 70 homicídios um negócio rentável. Numero este, que é contestado pelo mesmo que afirma e se gaba por ter matado mais de 100 pessoas.

Há três anos, Pedrinho matador, teve a liberdade concedida após cumprir 42 anos de prisão, hoje ele tem 66 anos e goza dos deleites da liberdade, ganhando dinheiro, divulgando e comercializando sua horripilante história de crimes. Se tornou palestrante, lançou um livro e tem um documentário. Além disso, contabiliza 227 mil inscritos em seu canal do Youtube, onde comenta sobre crimes. Somente sua participação, numa entrevista fria e assustadora, no Canal Cometa Podcast no Youtube tem mais de 2 milhões e 200 mil visualizações.

E ainda, se o excrementíssimo senhor Lázaro for preso, com certeza durante a sua estadia na prisão, receberá centenas de cartas de fãs apaixonadas, como é costume acusados de crimes hediondos, muitos deles contra mulheres, receberem cartas de admiradoras que chegam a propor namoro e até casamento. O goleiro Bruno, ex-Flamengo, no tempo em que esteve preso foi o campeão de cartas com propostas indecorosas. Até mesmo Francisco o motoboy “maníaco do parque”, jurado de morte por outros presos, condenado a uma soma de 268 anos de prisão recebe todas as semanas cartas de mulheres apaixonadas.

Ah! E sem contar com a eximia defesa dos Direitos Humanos, que com certeza virá defender o pobre diabo, já que é comum no Brasil este rol de defensores, proteger e blindar criminosos e pessoas com uma índole ruim, os quais não seriam merecedores de direito algum e muito menos de um tratamento que não fosse o mais severo possível. 

Sem contar nos representantes do Partido Político que traz em sua sigla a maior estrela do nosso sistema solar que são contra a redução da maioridade penal, discussão que se arrasta por mais de 5 anos, onde deputados deste partido chegaram a defender o bandido Champinha que assassinou um casal de namorados depois de abusar sexualmente por horas da vítima.

E para finalizar tão extensa coluna, tão cumprida como a ficha criminal de Lázaro.

Joel, porque a menção no título com o clássico “Alice no País das Maravilhas?”

Simplesmente porque é exemplo de uma história que não tem nenhuma moral explícita. Alice uma jovem que passa a seguir um coelho branco apressado, que sempre olha no relógio. Ela entra em um buraco que a leva ao País das Maravilhas, onde passa a lidar com seres fantásticos e mágicos. Num enredo cheio de diálogos intrigantes, reflexões complexas a respeito de nossa existência e de nossos comportamentos, além de personagens que exploram o mais abstrato da nossa imaginação. 

Ao mostrar um personagem de nome chapeleiro Maluco, nos remete a possibilidade de insanidade jamais pensadas em um ser humano, se é que eu posso, chamar o suspeito de ser humano. Mas há o questionamento: o que é loucura e o que é normalidade?

Outro questionamento que o clássico nos traz é sobre o que é o tempo? Alice pergunta sobre a duração da eternidade, o que estamos conferindo nos últimos dias sobre a perseguição de Lázaro. Quantas horas já foram empreendidas neste intento? 

“Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei”, é o que diz a canção da Banda mineira Pato Fu.

Tempo é a duração dos fatos, é o que determina os momentos, os períodos, as épocas, as horas, os dias, as semanas, os séculos. 

E que o tempo faça a história e resolva esta situação. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Joel Marques
Sobre Joel Marques
Formado em Processos Gerenciais, Licenciatura em História, Life e Self Coach. Servidor na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, há 16 anos. Voluntário na Rádio Comunitária Boa Nova FM, locutor, entrevistador, narrador esportivo e produtor de áudio. Presidente da Câmara de Vereadores de Pérola, Biênio 2021/22. Palestrante Motivacional e Pregador da Palavra. Casado com Josi Marques há 21 anos, Pai da Jordana (19) e do Juninho (15). Apaixonado pela vida, pela natureza e pelo ser humano.
Pérola - PR

Pérola - Paraná

Sobre o município
Pérola é um município brasileiro situado na microrregião de Umuarama, noroeste do estado do Paraná. Sua população estimada é de 11.020 habitantes, conforme dados do IBGE de 2016. Faz parte da Associação dos Municípios de Entre os Rios - AMERIOS, cujo município polo é Umuarama, distante aproximadamente 50 km. Pérola, Cidade Joia do Paraná. O Município recebe o nome de Pérola em homenagem a Pérola Ellis Byington, mãe de Alberto Byington Júnior, um dos sócios da Companhia Byington de Colonização.
Altônia - PR
Atualizado às 21h31 - Fonte: Climatempo
14°
Poucas nuvens

Mín. -3° Máx. 12°

14° Sensação
16.8 km/h Vento
31% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (29/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. -4° Máx. 14°

Geada
Sexta (30/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 18°

Geada
Ele1 - Criar site de notícias